Aulas virtuais: como mediar os filhos nos estudos em casa

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Neuropsicóloga realiza orientações para se adaptar à rotina atual
 
Com a quarentena de isolamento social provocado pelo novo coronavírus, diversas atividades têm sido suspensas ou adaptadas para o mundo virtual, como o caso das aulas escolares. As escolas e universidades estão utilizando o sistema on-line para repassar o conteúdo do dia a dia e garantir que não se perca o ano letivo.

Entre os desafios está a organização dessa nova rotina. Os alunos da modalidade presencial, principalmente os menores, tem mais dificuldades nos estudos virtuais, e é nesse momento que entra o suporte dos pais e responsáveis. Mas como realizar essa adaptação de forma eficaz, conciliando por exemplo com o trabalho de home office dos familiares?

A neuropsicóloga Liane Bastos explica que conversar com os filhos é um dos primeiros passos, “É necessário ter um diálogo com as crianças, pois tentar manter o diálogo quanto às adaptações é o mais indicado.
Outro ponto importante é cumprir a rotina, fazê-los acordar no mesmo horário, colocar o uniforme para assistir as aulas, separar o ambiente e tempo exclusivo para os estudos, que são formas de otimizar que a criança entenda que ela precisa participar”.

A profissional ainda pontua que através do planejamento, é possível conciliar com o trabalho dos pais que também estão em casa, “Outro grande desafio é o home office e o cuidado da casa com a presença das crianças. Os adultos, por sua vez, podem encontrar novas formas de realizar os hábitos do cotidiano. Acordar antes das crianças para adiantar serviços do trabalho, atribuir cuidados da casa pras crianças, realizar um cronograma para separar um tempo para realizar atividades em família, são estratégias importantes que ainda ajudam a driblar o estresse e a ansiedade provocados pelo isolamento social”, destaca.

Foto: divulgação

0
Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.