Cine Tanato está de volta e aborda o filme ‘Milagre da cela 7’

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Uma sala de bate-papo para discutir os aspectos da película e seus principais quesitos, tais como, união familiar, amizade, injustiça, pré-julgamento, compaixão e amor ao próximo

Atenção cinéfilos, no próximo dia 23, às 10h, o Grupo Memorial Fortaleza reestreia o Cine Tanato. Para seu retorno, foi escolhido o longa ‘Milagre da cela 7’ como tema do painel de discussão, com moderação do professor e tanatólogo, Erasmo Ruiz. O encontro será pela plataforma Zoom. Para participar da sala, basta se inscrever pelo link a seguir: painel-de-debate-sobre-o-filme-o-milagre-da-cela-7-.

O Cine Tanato foi estreado em janeiro deste ano. A proposta do programa é contextualizar a morte e vida em todos os aspectos, tais como emocionais, culturais e sociais. Segundo a diretora do Grupo Memorial Fortaleza, Patrícia Meireles, a ideia é promover um espaço para se trabalhar a desmistificação acerca da morte, pois foi percebido a necessidade de dialogar sobre o assunto de uma forma mais leve e didática.

“Antes da pandemia, os encontros eram presenciais, escolhíamos um filme como ferramenta para abordagem e após cada exibição, abria- se o debate sobre o que foi visto. Assim, como a maioria das empresas, nós também tivemos que nos adaptar à nova realidade, com isso alguns projetos foram colocados em stand-by. Porém, agora estamos mais familiarizados, prontos para retornar com os nossos programas, usando como aporte o ambiente virtual”, conta Patrícia.

A diretora informa ainda que a programação do Cine Tanato será divulgada nas redes sociais do Grupo, assim, os interessados, podem se programar para participar do evento, sempre que ocorrerem. “Vamos seguir em casa, nos encontrando virtualmente, mas com a fé que em breve estaremos dividindo o mesmo espaço físico”, conclui.

Grupo Memorial Fortaleza

Ao longo dos anos, o grupo tem como missão diminuir todo e qualquer transtorno decorrente da perda, desenvolvendo um serviço de qualidade, com profissionais habilitados e comprometidos, proporcionando acolhida a todos os clientes que buscam o serviço.

Foto: divulgação

0
Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.