Comitiva da FIEC visita Brisanet e apresenta soluções voltadas ao desenvolvimento da empresa

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Uma comitiva da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) visitou a empresa Brisanet, maior operadora de internet do Nordeste e terceira do País em fibra óptica, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A empresa fica no município de Pereiro, distante 334 quilômetros de Fortaleza.

O objetivo do encontro, articulado pelo presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, era conhecer a empresa e apresentar as soluções que a Federação e suas casas de serviços – SENAI, SESI e IEL – disponibilizam para desenvolver a companhia e apoiá-la em seus planos de expansão e aperfeiçoamento do negócio. Na ocasião, a comitiva também visitou as outras empresas do grupo, a Nossa Fruta e a Agritech.

O empresário José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, ciceroneou o grupo, e juntamente com sua equipe, detalhou a operação da empresa, apontando os desafios e as áreas que necessitam de apoio. Segundo o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Paulo André Holanda, a empresa possui uma grande necessidade de capacitação de seus trabalhadores e a proposta do SENAI Ceará foi elaborar um projeto personalizado para a empresa, envolvendo não só serviços de educação (cursos), mas também de tecnologia. Atualmente, a empresa conta com cerca de cinco mil colaboradores, mas o plano é chegar a seis mil contratados até o fim de 2020.

O pontapé inicial da parceria da Brisanet com o SENAI Ceará será a realização de duas turmas do curso de Autocad para 50 trabalhadores em processo de contratação. Esse curso terá início no dia 19/10. De acordo com Paulo André Holanda, os cursos do portfólio do SENAI Ceará com aderência aos negócios das empresas visitadas são nas áreas de Tecnologia da Informação (TI), Telecomunicações, Metalmecânica, Automotiva e Alimentos. Na área de Tecnologia, o diretor regional do SENAI Ceará prevê que a elaboração de projetos de inovação para submissão a editais específicos será uma das frentes de atuação da parceria.

“A empresa está em expansão e o empresário entende a importância de investir na capacitação dos colaboradores para o sucesso do negócio. Para ele, é fundamental o aprimoramento das competências técnicas de sua equipe. Criamos um grupo de trabalho que irá formatar um projeto adequado às demandas da empresa”, informou Paulo André. O grupo de trabalho será coordenado pelo gerente de Operações e Negócios do SENAI Ceará, Carlos Egberto Rodrigues Mesquita, juntamente com os gerentes das unidades de Educação, Sônia Parente, e de Tecnologia, Tarcísio Bastos. O projeto deverá ser apresentado à empresa ainda no mês de outubro.

A superintendente do SESI Ceará, Veridiana Soarez, afirmou que a visita foi importante para apresentar às empresas todas as áreas de atuação do SESI Ceará. “Na verdade, eles já são clientes do SESI Ceará e SESI Rio Grande do Norte, mas nós mostramos outros serviços mais específicos e especializados que podem ser relevantes para os negócios deles”, disse.

Veridiana destacou que as empresas impactam intensamente no desenvolvimento não só da região onde está localizado o município no Ceará, como também no Rio Grande do Norte e em Pernambuco. “Eles têm uma visão muito boa de negócios. Para se ter uma ideia, eles produzem morango – que é uma fruta que precisa de um clima frio para se desenvolver – em estufas. Ou seja, conseguem produzir morangos no Nordeste. Ao mesmo tempo eles também vendem software de logística de frotas, um negócio completamente diverso. Outro ponto que chama a atenção é que eles não terceirizam. As próprias empresas desenvolvem a cadeia que precisam para o progresso dos negócios”, frisou a superintendente.

A coordenadora de Desenvolvimento Empresarial e de Carreiras do IEL Ceará, Mariana Fortaleza, relatou que a visita foi importante para que as empresas tomassem conhecimento de como o IEL Ceará foi totalmente reestruturado para atender especialmente às necessidades do mercado e das indústrias. Além dos novos cursos que são realizados na modalidade EaD e que, portanto, podem facilmente atender aos profissionais que atuam na empresa mesmo eles estando no semiárido cearense, o IEL Ceará também apresentou as soluções em inovação que podem contribuir com o desenvolvimento das empresas.

“A nossa apresentação foi para que eles pudessem entender como nós poderíamos atender suas necessidades. Eles foram super receptivos, vão analisar o nosso portfólio e vamos ver juntos como poderemos formalizar a parceria”, disse.

Integraram a comitiva: Paulo André Holanda, diretor regional do SENAI Ceará; Carlos Egberto Mesquita, gerente de Operações e Negócios do SENAI Ceará; Sônia Parente, gerente de Educação do SENAI Ceará; Tarcísio Bastos, gerente de Tecnologia do SENAI Ceará; Clayton Rodrigues Moura, especialista técnico de TI e Telecom da FIEC; Jamille Alencar, assessora técnica do IEL Ceará; Margaret Lins, gerente de Inovação e Pesquisa do IEL Ceará; Mariana Fortaleza, coordenadora de Desenvolvimento Empresarial e Carreiras do IEL Ceará;  Veridiana Soárez, superintendente do SESI Ceará; Ana Paula Pinho, gerente de Educação do SESI Ceará; Kassandra Morais, gerente da Unidade de Segurança e Saúde para a Indústria do SESI Ceará; e Lucy Barbosa Alves, gerente de Operações e Negócios do SESI Ceará.

Foto: divulgação

0
Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.