Férias em janeiro: aproveite para visitar as exposições do Espaço Cultural Unifor

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Janeiro é o mês das férias. Reconhecido como Patrimônio Turístico de Fortaleza pela Prefeitura da cidade, o Espaço Cultural Unifor é parada obrigatória para quem deseja um descanso cheio de arte, aprendizado e inspiração. Mantido pela Fundação Edson Queiroz, por meio da Universidade de Fortaleza, o equipamento permanece funcionando todos os dias mediante protocolos de biossegurança, e é possível até visitá-lo virtualmente.

O Espaço é um dos mais importantes instrumentos de disseminação da arte no Brasil e promove o acesso gratuito a diversas exposições, democratizando o conhecimento de identidades artísticas, históricas e culturais do Brasil. Em cartaz até o dia 7 de fevereiro, a exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”, por exemplo, abrange seis séculos de arte brasileira e é ideal para indivíduos ávidos por aprender história do Brasil.

Nela, obras frequentemente encontradas em livros didáticos, como “Primeira Missa”, de Victor Meirelles, e “Primeira Missa em São Vicente”, de Johann Moritz Rugendas, podem ser vistas pessoalmente. Com apenas mais um mês disponível, explorá-la é uma oportunidade única, especialmente para estudantes e vestibulandos que, neste momento, se preparam para o ENEM.

Outra exposição que permanece em cartaz até o dia 7 de fevereiro é “Realtopia”; com 70 obras do artista plástico Stênio Burgos, a mostra investiga a expressão de identidade, herança e sensualidade por meio de cores vibrantes e pinceladas brutas. Aqui, os retratos pintados de Burgos contam trajetórias que se entrelaçaram à sua própria de maneira emocionante.

Além de contemplar um passeio cultural rico, os visitantes do Espaço Cultural Unifor podem ainda finalizar seu percurso com um lanche no agradável Café das Artes. O que está esperando? Estamos prontos para receber você com segurança e muito para mostrar!

Foto: Ares Soares

0
Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.