Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Fortaleza vai ganhar pacote de investimentos municipais da ordem de R$ 1,5 bilhão

Compartilhe Essa notícia

A capital cearense vai receber cerca de R$ 1,5 bilhão em investimento público para melhorar a qualidade de vida da população em diversas áreas. O anúncio do pacote de obras foi feito no Teatro São José, em Fortaleza. De responsabilidade da Prefeitura, as mais de 700 ações beneficiarão a população das sete regionais da Capital e já devem ter início imediato. Ao lado do prefeito Roberto Cláudio, o governador Camilo Santana prestigiou o lançamento do programa de intervenções e parabenizou o Executivo municipal pela iniciativa, que vai mudar a realidade cotidiana dos fortalezenses.

“A gente só tem a parabenizar a Prefeitura pela estruturação desse volume de investimentos, o maior da história de Fortaleza. São investimentos que vão abranger todas as áreas, principalmente as mais precárias, ajudando as pessoas mais simples, mais pobres, e garantindo melhor qualidade de vida à população. A Prefeitura está de parabéns por apresentar um conjunto de ações importantes que vai ajudar a cidade de Fortaleza em um momento difícil que o Brasil vive”, enfatizou Camilo Santana.

As mais de 700 obras que serão executadas nos próximos meses vão ser realizadas nas sete regionais e abranger as mais variadas áreas, como Saúde, Educação, Proteção Social, Cultura, Esporte, Urbanização, Meio Ambiente, Infraestrutura, Transporte e Mobilidade. Além do benefício direto das ações, Roberto Cláudio destacou a importância econômica do pacote para a cidade em decorrência da quantidade de postos de trabalhos que serão gerados.

“A gente vai somar mais de R$ 1,5 bilhão de investimentos novos. São obras completamente novas, que se iniciam a partir de agora. Além do efeito direto da intervenção e do benefício social de equipamentos novos, durante a realização dessas obras, em um momento de crise do Brasil, a gente terá dinheiro público gerando emprego e renda que é algo também muito importante para a economia da cidade. Boa parte (das obras) tem início imediato. O outro pedaço, que está em processo de licitação, deve iniciar entre agosto, setembro e outubro”, disse o prefeito.

Os recursos já estão garantidos e serão financiados pelos bancos Caixa Econômica Federal, Santander, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Mundial.

A meta da Prefeitura é entregar até o final do próximo ano a maior quantidade de equipamentos para a população. “Grande parte das obras anunciadas serão iniciadas e terminadas dentro da (atual) gestão, mas uma cidade não termina com uma gestão, é preciso que a gente deixe Fortaleza preparada para o futuro, com recursos em caixa, bons projetos e com obras em andamento”, explicou Roberto Cláudio.

Mais benefícios para a população

Os cidadãos fortalezenses passarão a contar com a ampliação de diversos serviços oferecidos pela Prefeitura de Fortaleza, dentre eles podemos destacar as 130 novas estações do sistema de bicicletas compartilhadas, a construção de 26 escolas (17 de tempo integral), 36 novas creches, mais 59 ecopontos, outras 47 areninhas, construção de miniterminais de ônibus, reforma do Ginásio Aécio de Borba, transformação de lagoas e parques urbanos, implantação de 2.595 unidades habitacionais, sete novos postos de saúde e a reforma de outros 25, construção do Hospital da Criança, entre outras ações.

O lançamento do programa contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto; do vice-prefeito Moroni Torgan; do presidente da Câmara dos Vereadores, Antônio Henrique; do senador Tasso Jereissati; do ex-governador Ciro Gomes; do reitor da Universidade Federal do Ceará, Henri Campos; dos deputados federais André Figueiredo, Denis Bezerra e Domingos Neto; do secretário municipal Samuel Dias; e de outras lideranças políticas.

 

Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.