[PÚBLICO A DESTAQUE] Brasil se sagra tricampeão da Olimpíada Internacional de Economia. 4 ouros e 1 prata

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Uma equipe de 5 estudantes brasileiros conquistou o primeiro lugar na Olimpíada Internacional de Economia 2021. Realizada de 26 de julho a 1º de agosto, a competição foi promovida de forma online pela Universidade da Letônia com alunos do ensino médio de 44 países. O resultado nacional se soma aos títulos conquistados em 2019 e 2020.

Em resultados individuais, o país conquistou 4 medalhas de ouro e uma de prata. A equipe brasileira foi formada pelos medalhistas de ouro Caio Bento da Silva Luize, de Florianópolis (SC); Nicolas Goulart de Moura, de São Paulo (SP); Sebastião Froes Gomes Navarro, de São Paulo (SP); Vitor Alexandre Theodosio de Carvalho, de São José dos Campos (SP); e Ishan Matheus de Campos Unni, de São José dos Campos (SP), que ficou com a prata. Completam o time brasileiro dois líderes de equipe: Tomás Aguirre Vaz e Rafael Carlini.

Durante a olimpíada, os alunos passaram por 3 avaliações: provas teóricas de economia em temas como oferta e demanda, equilíbrio de mercado, taxas de juros negativas e teoria dos jogos aplicada à vacinação contra a Covid-19; resolução de problemas de negócios; e um jogo de gestão financeira. A Olimpíada Internacional de Economia teve sua primeira edição em 2018. O Brasil participa desde o início, quando conquistou o terceiro lugar.

Completam o pódio na edição 2021 da Olimpíada Internacional de Economia, Canadá e Estados Unidos. Foram distribuídas, no total, 15 medalhas de ouro, 38 de prata e 55 de bronze. O Brasil conquistou quase um terço de toda a premiação. Segundo Vitor Alexandre, o resultado se deve à preparação adotada para o evento.

“As provas foram bastante desafiadoras, mas os problemas propostos eram interessantes, e saber que fomos bem preparados me deu calma para resolvê-los da melhor maneira possível. Fiquei muito feliz que alcançamos o primeiro lugar mais uma vez.”

Olimpíada Brasileira de Economia

Os estudantes que participam da competição internacional são selecionados por suas olimpíadas nacionais. No Brasil, a Olimpíada Brasileira de Economia (Obecon) conta com apoio do MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e realização do Instituto Vertere. A participação de estudantes a partir do 9º ano de ensino fundamental é gratuita e as inscrições são feitas diretamente pelo site da olimpíada.

Saiba mais em obecon.org.

Fonte: MCTI – Foto: divulgação

Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.