[PÚBLICO A DESTAQUE] Prefeitura de Fortaleza inicia campanha do Maio Amarelo e inaugura Painel de Contagem de Vidas Perdidas no Trânsito

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Com o tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”, a Prefeitura de Fortaleza deu início, nesta segunda-feira (03/05), à campanha Maio Amarelo. O intuito da proposta é promover maior segurança viária por meio de diversas ações educativas direcionadas, sobretudo, aos motociclistas, assegurando maior harmonia entre os mais diversos modais de deslocamento.

Assista à matéria da TV Terra do Sol

Para fortalecer a transparência e estimular a conscientização popular, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) inaugurou, no início da manhã, o maior Painel de Contagem de Vidas Perdidas no Trânsito do Brasil. A estrutura em LED, localizada na Praça da Imprensa, veiculará, pelos próximos anos, o quantitativo de óbitos em virtude de sinistros de trânsito em Fortaleza.

A medida visa assegurar maior visibilidade ao tema e engajar a população por meio da adoção de comportamentos seguros no trânsito. De fácil visualização, a ferramenta mede 7 metros de altura por 3 metros de largura.

O local também receberá, durante todo o dia, um Comando Educativo com ação dos agentes de trânsito para a humanização das estatísticas e explicações sobre a temática da segurança viária.

Redução de óbitos no trânsito

A superintendente da AMC, Juliana Coelho, informa que 2020 foi o sexto ano consecutivo de redução de mortes no trânsito em Fortaleza. “Fortaleza foi uma das primeiras cidades no mundo a alcançar a meta da Organização das Nações Unidas (ONU) de redução em 50% da taxa de mortes no trânsito antes de completar a primeira década de ação. Em 2021, a cidade continua com esse objetivo de redução das vítimas fatais, seguindo com ações na segunda década de ação da ONU, até 2031”, afirma.

O secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, destaca ainda o esforço da gestão para promover ações educativas. “A segurança viária tem sido uma constante nas atividades da AMC ao longo dos anos. Iniciativas como estas do Maio Amarelo só demonstram o engajamento do órgão e da gestão municipal com esta temática. Mais que isso, todos esses esforços têm o objetivo de proporcionar um bom convívio entre motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres, buscando mais deslocamentos seguros para todos e, o mais importante, salvar vidas”, reforça.

Conforme Juliana Coelho, por meio da integração entre poder público e sociedade, os benefícios alcançados são de diversas ordens. “Precisamos, cada vez mais, agir preventivamente para preservar vidas e evitar a sobrecarga das nossas unidades de saúde, especialmente do IJF, nosso principal hospital de trauma, que vem atuando, também, no tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Para continuar reduzindo o número de acidentes e de mortes no trânsito, é preciso que todos adotem comportamentos seguros, utilizem o cinto de segurança e o capacete e obedeçam aos limites de velocidade”, completa.

Campanha Maio Amarelo

Ao longo de todo o mês, a programação inclui medidas preventivas e fiscalizatórias, além de alterações na engenharia de trânsito da Capital. Dentre elas, destacam-se o lançamento do Relatório Anual de Segurança Viária de 2020; o Centro da Mobilidade para Preservação de Vidas no Trânsito; o Projeto da Área de Trânsito Calmo no Centro, aliada à assinatura da Carta de Compromisso com a ONU; o Projeto Ponto do Entregador; e a Consulta Pública do Plano de Segurança de Trânsito.

Foto: Marcos Moura

0
Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.