[PÚBLICO A POLÍTICA] Aprovado o projeto que sugere a regulamentação da distribuição de recursos do ICMS de acordo com resultados da educação

Compartilhe Essa notícia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Foi aprovado na última quinta-feira (21), na Assembleia Legislativa do Ceará, o Projeto de Indicação de autoria do deputado Queiroz Filho (PDT) que regulamenta a distribuição da parcela de receita do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) aos municípios cearenses com base nos indicadores de melhoria da educação.

“Com a regulamentação de novos percentuais do repasse obrigatório do ICMS de acordo com o desempenho na educação, bons resultados no ensino influenciariam em maior arrecadação, incentivando os gestores a investirem nesta área. Defendemos que investir no aprendizado é a melhor forma de transformar vidas”, disse o autor do projeto.

O Projeto de Lei se baseia no novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que aumentou de 25% para 35% o percentual do ICMS a ser distribuído aos municípios a critério do Estado e estabeleceu que, obrigatoriamente, 10% teria que ser destinado com base em indicadores de melhoria dos resultados da aprendizagem.

Queiroz Filho explica que esse método já é realizado com sucesso no Ceará. “Fomos o primeiro estado do país a estabelecer tal prática, durante a gestão do então governador Cid Gomes. A iniciativa impactou de maneira positiva na qualidade do ensino cearense ao longo dos anos, tornando o estado uma referência nacional na área”.

Por ser um projeto de indicação, ele funciona como sugestão ao Poder Executivo. Caso o Governo do Estado opte por acatar, o mesmo deverá reenviar a mensagem à Assembleia Legislativa em forma de Projeto de Lei.

Foto: divulgação

Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.