[PÚBLICOA DESTAQUE] Setor de vestuário e acessórios deve ser a principal opção de compra para o presente do Dia dos Pais, aponta IPDC

Compartilhe Essa notícia

O Dia dos Pais está chegando e o setor de vestuário e acessórios deve ser um dos que mais se beneficiarão nesta data. Segundo levantamento do Sistema Fecomércio, através do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), 47,2% das pessoas que irão comprar presentes para os pais optarão por este tipo de produto.

Além deste segmento, as lojas de perfumaria e cosméticos – com 20,4% das intenções de compra; e de sapatos, carteira, cinto e bolsas – com 17,1%; também devem ter um incremento nas vendas.

Neste ano, 47,3% dos cearenses devem presentear o pai no próximo dia 14. Desses, 72,6% dizem que darão pelo menos um presente, que, para 20,6% dos entrevistados deve custar na faixa de R$151,00 a R$200,00.

Para Cid Alves, presidente em exercício do Sistema Fecomércio Ceará, o momento é favorável para que as vendas sigam aquecidas neste início de segundo semestre.

“O Dia dos Pais será um importante termômetro para o comércio nesta segunda metade do ano. Estamos em viés de crescimento e há uma expectativa de que o mercado siga aquecido. Neste momento, ainda há reflexo da antecipação do pagamento do 13º salário no setor público e há também a restituição de Imposto de Renda, além de ações do Governo Federal, como o saque do FGTS, fazendo com que haja maior potencial de compra”, destaca Cid Alves.

Além da possibilidade do pagamento à vista em dinheiro ser uma opção para 41,4% dos entrevistados, o cartão de crédito também deve ser um aliado na hora da compra do presente para 46% do público avaliado.

Foto: Shutterstock

Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.