Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

[PUBLICOA SAÚDE] A Melatonina também pode melhorar problemas da visão, segundo estudo nos EUA

Compartilhe Essa notícia

Melatonina – um suplemento sem receita para ajudar as pessoas a dormir – pode diminuir os riscos de perda de visão relacionada à idade, um estudo dos EUA mostrou.

O “hormônio do sono” e melatonina suplemento comum pode estar ligado a um risco diminuído de degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

A DMRI é uma condição ocular progressiva que afeta a mácula, uma pequena área perto do centro da retina, e pode embaçar sua visão central.

Não há cura definitiva para a DMRI, mas vários tratamentos podem ajudar a controlar a condição e retardar sua progressão.

Uma equipe de pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade Case Western Reserve e do Instituto de Olhos Cole, ambos baseados nos EUA, analisou os dados de saúde de mais de 200 mil pessoas, algumas em estágio inicial da doença e outras sem problemas de visão relacionados à idade.

Eles compararam pessoas que usaram suplementos de melatonina com aqueles que não em um estudo revisado por pares publicado no JAMA Opthalmology.

Os pesquisadores descobriram que a melatonina estava associada a um risco reduzido de deterioração da visão relacionada à idade em indivíduos sem qualquer declínio.

Também foi associada a um menor risco de perda adicional da visão em quem já a experimenta em um estágio inicial.

Várias propriedades protetoras interessantes

A DMRI é a principal causa de deficiência visual na Europa, com aproximadamente 67 milhões de pessoas na UE sendo afetadas atualmente, de acordo com um estudo de 2019.

Devido ao envelhecimento da população, espera-se que esse número aumente em 15% até 2050, já que a DMRI afeta pessoas com mais de 50 anos.

A doença ocorre quando os mecanismos fisiológicos que regulam o bom funcionamento da mácula são interrompidos pelo crescimento anormal dos vasos sanguíneos ou pela perda progressiva de algumas células da retina.

A melatonina tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e protetoras mitocondriais, sendo as mitocôndrias uma parte essencial das células.

Essas propriedades podem neutralizar os processos que causam a DMRI, de acordo com os pesquisadores.

Estudos anteriores realizados in vitro e em camundongos mostraram resultados promissores. Outro estudo realizado na China também demonstrou que pacientes tratados com melatonina apresentaram menor declínio da visão.

Os pesquisadores observaram que mais pesquisas são necessárias para validar os resultados, pois outros fatores também podem desempenhar um papel na doença, como o tabagismo ou o acesso aos cuidados de saúde.

Fonte: Euro News- Foto: istockphoto

Picture of Rodrigo Kawasaki

Rodrigo Kawasaki

Editor-chefe da Público A.